fbpx

Será que faz sentido implementar uma abordagem ágil em um escritório de advocacia?

Será que já não passou da hora de você implementar uma abordagem ágil nos projetos do seu escritório? Se, por um acaso, você já se perguntou isso, aqui vão rápidos questionamentos:

1 – Você lida com tecnologias ou tendências que mudam mais rápido que a entrega do seu projeto?

2 – Você é pressionado para fazer entregas em uma velocidade cada vez maior?

3 – Você precisa reduzir riscos da entrega para evitar surpresas desagradáveis no final do projeto?

4 – Você tem dificuldades em calcular com precisão os recursos necessários para o projeto dada as estimativas no escopo?

5 – Você implementa projetos em um contexto de incerteza, onde as definições evoluem junto com a execução?

Caso você tenha respondido SIM a pelo menos uma dessas questões devo te dizer que SIM, você precisa aceitar os métodos ágeis na gestão dos seus projetos.

1 – O que você precisa saber sobre o ágil

ISSO NÃO É UMA METODOLOGIA. O ágil não se resume a um método, ao invés disso, vai achar orientações sobre como escolher métodos e procedimentos que funcionem melhor para sua organização interna.

Ninguém tem que ensinar como o seu time deve trabalhar, mas sim focar em ajudar você a pensar e a interagir de uma forma a alcançar a agilidade. Os 4 principais pilares disso tudo são:

1 – indivíduos e interações acima de processos e ferramentas;

2 – software de trabalho funcionando é mais importante que documentação em demasia;

3 – colaboração com o cliente acima de qualquer contrato;

4 – ser responsivo às mudanças ao invés de seguir um plano;

Ser ágil, resume-se a conseguir adaptar-se de forma contínua e constantemente buscar melhorias na forma como você trabalha.

E se, nós dissemos que o ágil não é método, então quais são?

Scrum

Sem dúvidas esse é um dos métodos mais aplicados. O Scrum, que é uma estrutura de processo para gestão de projetos.

No Scrum, você deve criar uma hipótese e ,ao longo do processo, vai experimentando, refletindo sobre a experiência e assim fazendo os ajustes necessários.

Nessa metodologia, são especificadas uma série de rotinas para o trabalho do time, como por exemplo:

  • Daily Scrum: Reuniões diárias em pé (sim, de pé! Pois são apenas 15 minutos) para que todos os integrantes do projeto falem sobre as atividades do dia anterior, as que serão cumpridas naquele dia e se existe uma barreira para que eles tenham êxito no cumprimento dela.
  • Sprints: ciclos de trabalho com duração fixa, podendo ser semanais, quinzenais, ou mensais, por exemplo, vai depender muito da complexidade das entregas e de como a equipe prefere se organizar.

Qual método você deve escolher em cada etapa?

Existem uma série de métodos e técnicas que são utilizadas para tornar equipes mais ágeis na resolução de problemas. A Agile Alliance criou um diagrama como um mapa de metrô que facilita a visualização dessas práticas, que compartilham vários pontos entre si:

O modelo acima divide algumas práticas ágeis em várias categorias. Essas práticas estão inter-relacionadas, o que significa que são compartilhadas entre diferentes métodos – por exemplo, o trabalho diário é feito em Scrum e Extreme Programming (XP).

No diagrama de Agile Alliance, cada cor representa uma metodologia ágil, e o ponto principal é a prática adotada em cada método.

Mudança de mentalidade

O sucesso de introduzir métodos ágeis na equipe vai além da disciplina de estabelecer rotinas. É necessário promover mudanças reais e profundas na mentalidade típica de gerenciamento de problemas. 

No Agile, não há gerente de projeto hierárquico. É uma equipe autônoma e flexível que precisa eliminar obstáculos. 

Não há silos ou áreas funcionais. Mas as equipes multifuncionais são organizadas em torno de suas habilidades para resolver os problemas a serem resolvidos. 

No final do processo, o cliente não é uma entidade – a pessoa que recebe o produto ágil. Mas alguém que irá interagir com outras pessoas e desenvolver o projeto em conjunto, e sempre verificar e fornecer feedback.

Como mudar?

Uma pesquisa conduzida pela Scrum Alliance (uma organização independente com 400.000 membros) descobriu que 70% dos praticantes ágeis relataram que havia tensão entre sua equipe e os outros membros da organização. 

Não é à toa: eles seguem caminhos e velocidades diferentes. Por este motivo, o modelo de transformação estrutural entre tradicional e ágil a partir do projeto piloto é necessário para o sucesso da implementação do ágil.

Curso de Gestão Integrada

Quer conhecer os principais métodos ágeis de trabalho que empresas e startups ao redor do mundo utilizam para construir produtos, gerenciar projetos e formar equipes multidisciplinares com mais organização, desempenho e resultados? Conheça o curso de gestão do Legal Hub! 

Um curso 100% online e ao vivo, com professores renomados no mercado, você vai se permitir e entender como utilizar modelos de trabalho mais ágeis, principalmente gestão de projetos, construção de produtos e gestão de equipes multidisciplinares. 

Para conhecer as principais metodologias ágeis que conquistam o mercado e afetam sua capacidade de gerenciar projetos, clique aqui e inscreva-se agora para conhecer do curso de Gestão Integrada do Legal Hub.

WhatsApp chat